segunda-feira, 6 de maio de 2013

Inversão de Prioridades.


Meus queridos Amigos Internautas de todas as partes desse planeta maravilhoso chamado Terra! Paz Perfeita vos seja Multiplicada neste dia! Como sempre é com muita satisfação que venho até aqui no nosso Blog para vos trazer uma Porção da Poderosa Palavra de Deus aos vossos Corações com a responsabilidade de edificar vossas Vidas e fortalecer-vos na Fé; mantendo nosso compromisso de orar por todos vocês que nos prestigiam com o acesso ao Blog “Pregando com Ousadia” e com a ajuda que cada um nos presta na divulgação do mesmo entre vossos Amigos! Mais uma vez nosso MUITO OBRIGADO e que Deus continue vos abençoando rica e abundantemente! Continuamos contando com as vossas Orações tão importantes para nós em prol de nosso Ministério e Família, pois é orando uns pelos outros que avançamos! Continuamos contando com a vossa ajuda sempre! Amém?

Bom. Não é novidade pra ninguém dentro do “evangelicalismo” no Brasil e no mundo, que estamos vivendo em “Tempos Trabalhosos”; tempos de Grande Transição; de muitas mudanças de conceitos e padrões. Sim. Realmente precisamos nos contextualizar com o desenvolvimento cultural, científico e tecnológico de nossa Geração e do nosso Tempo! Afinal, o Apóstolo Paulo já dizia, quando escreveu a Carta aos Romanos, que devemos nos “TRANSFORMAR segundo a RENOVAÇÃO do nosso ENTENDIMENTO!” Maravilha! De fato, tanto a Igreja como Organismo, como Instituição; como também a maneira que pregamos nossas Mensagens; como pregamos o Evangelho; como Cultuamos, precisam atender aos anseios da Sociedade de nosso Tempo! Não dá pra mudar o conteúdo; o Vinho continua o mesmo, mas a forma de servi-lo precisa ser melhorada e evoluir no sentido pleno!

Isso é um fato: Precisamos avançar e investir em Tecnologia e no desenvolvimento de novos métodos e conceitos para alcançarmos cada vez mais Almas para o Reino de Deus! A cada dia que passa as Igrejas e pastores precisam se esforçar na busca desse desenvolvimento! O lado triste e deplorável dessa necessidade é quando alguém resolve mudar a “essência do Vinho” que não pode ser mudado! Tentam mudar a Fórmula do “Produto” a ser ministrado! A partir dessa atitude louca, chegamos ao tema desse Artigo: a Grande INVERSÃO DE PRIORIDADES! Sei que o que me proponho a postar aqui, como já disse aqui, não é novidade para os Amigos Leitores! Os temas e os Artigos desse Blog; a Mensagem desse pregador não consiste em sermões da Teologia Sistemática, na perícia das letras ou no exercício acadêmico e literário! Nossa Mensagem é rude! Não somos marqueteiros e nem sedentos de fama!

Não somos doutores em Divindade ou formados em nível superior na academia jornalística ou de marketing! Mas aprendemos ao longo de nossa Vida na Casa do Senhor, com Bons Mestres e Pastores; Homens Ungidos e com grande intimidade com Deus; aprendemos desde muito cedo em casa, como também na Igreja, os Rudimentos da Fé em Deus; Bases do Evangelho na sua pura essência! Aprendemos as Doutrinas basilares da Palavra de Deus; Fundamentos lançados por Jesus Cristo e pelos Apóstolos; Marcos irremovíveis e que devemos lutar pela manutenção dos mesmos, pois tratam da Saúde do Corpo de Cristo; a Igreja! Não sou um cristão Tradicionalista e nem antiprogressista, mas, entendo que a Base; os Alicerces não podem ser removidos! Constantemente temos que avaliar nossa Vida Espiritual e Ministério para verificarmos se não nos afastamos dessa base! Amém?

Por esta razão o Apóstolo Paulo nos recomenda na Carta aos Efésios “Vede prudentemente como andais...” (Ef.5: 15a). Ou seja, o Cristão tem sempre que reavaliar a sua Vida e sua conduta, seu Ministério e sua Caminhada através dos Ensinamentos basilares da Palavra de Deus para verificar se não se afastou deles! Paulo ainda na segunda Carta aos Coríntios diz: “Examinai-vos a vós mesmos se permaneceis na Fé; provai-vos a vós mesmos...” (2 Co. 13: 5). Precisamos e somos carentes dessa reavaliação constante em nossa caminhada, pois podemos nos “afastar da simplicidade que há em Cristo!” (2 Co. 11: 3). A Igreja do século XXI tem vivido situações inusitadas e preocupantes, em sua grande maioria, por se permitir afastar dessa SIMPLICIDADE do Evangelho de Cristo! Estamos perdendo a noção mesmo! Invertendo valores! Na busca desesperada por algo novo, estamos misturando o profano ao santo!

O que realmente estamos dizendo aqui é que precisamos urgentemente retornar às Bases Rudimentares do Evangelho! E isso não tem nada a ver com tradicionalismo, saudosismo ou antiprogressismo! Também não tem nada a ver e ser contra a utilização das parafernálias tecnológicas que utilizamos em nossa Liturgia de Culto! O que realmente estamos falando é que a Igreja de hoje está sendo condescendente com muitas situações que nas Bases do Evangelho, já estão resolvidas! E aí vemos os Marcos da Igreja sendo solapados e removidos, trazendo grande confusão e fazendo com que o mundo e todo o seu sistema tão nocivo entre Igreja à dentro, destruindo os Limites do aceitável e tolerável no Corpo de Cristo, fazendo com que as pessoas que adentram em nossas Igrejas não tenham o mínimo de NOÇÃO e conhecimento Bíblico basilar na Vida Cristã! Com isso, acabamos por evidenciar uma total INVERSÃO DE PRIORIDADES!

Na sua primeira Carta à Igreja de Tessalônica, o Apóstolo Paulo diz: “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” (1 Ts.5: 23).  Perceberam aqui a “ordem” das Prioridades? Pois é... O que vemos hoje no seio da Igreja e como característica de muitos crentes nos dias atuais é a total INVERSÃO DE PRIORIDADES; dessas Prioridades, quando os vemos mais focados no “corpo”; no físico; na estrutura; na aparência; nas acomodações do que no ESPIRITUAL! Estamos mais preocupados com a estrutura de som e imagem; com as cadeiras da Igreja e com a condição financeira dos que adentram nos templos do que com a situação Espiritual deste mesmo Povo! Isso é muito sério, queridos(as)! As coisas valem mais que as pessoas e, aquilo que é palpável vale mais que o Espiritual!

Eu me lembro de minha época de infância na Igreja; quando não tínhamos um terço do desenvolvimento que temos hoje, mas nossos Cultos estavam lotados não só de gente, mas da Glória de Deus! Alguns tinham até medo de entrar na Igreja quando o Povo se reunia pra Orar! Havia mais temor no Coração da Igreja e dos Obreiros e o mover do Espírito Santo era mais evidente! Os hinos que eram cantados, as Mensagens que eram pregadas não tinham tanta sabedoria e polimento de hoje; mas Jesus curava, renovava e batizava com Espírito Santo de forma natural, comum e constante! Não precisávamos trazer funk, pagode, e trejeitos mundanos para sermos considerados espirituais e libertos da “Teologia Conservadora”! Isso não é “saudosismo frustrado”, mas tenho saudades daquele povo; sei que muitos também têm esse mesmo sentimento e gostariam de reviver esse tempo!

O que vemos hoje é um Povo que se reúne, mas o nível espiritual é quase inexistente, pois nos emocionamos com as imagens e melodias; empolgamo-nos com a liturgia; choramos com as canções; maravilhamo-nos com este ou aquele cantor ou pregador; orgulhamo-nos da nossa capacidade estrutural, mas, não evidenciamos um “Mover do Espírito” profundo e autêntico em nossas Vidas! Hoje valorizamos a estrutura; o poder econômico do rebanho de cada ministério! Hoje, procuramos uma Igreja que atenda nossas necessidades de sermos bem recebidos; num lugar confortável e que as “atrações” e a mensagem sejam aquilo que agrada, mas nosso espírito continua vazio e nossa Alma enferma e fraca! Algumas Igrejas até resistem; persistem e lutam para manter o foco e as Bases Firmes, mas a “concorrência” é dura e desleal! Se não mudamos e nos adequamos ao “sistema”, perdemos o Povo!


Então nos resta virar “escravos do sistema”, é isso? O que nos resta é desistirmos e sermos arrastados por essa enxurrada efêmera e impiedosa do “modismo gospel evolucionista”? O que nos resta é nos rendermos à esse “espírito de luxúria” que nos priva das coisas espirituais para sermos “gospels modernistas”? Será que vale a pena sacrificar a saúde espiritual pra isso?! É triste vermos a Noiva do Cordeiro sendo engodada e deflorada; traída dessa forma; com tanto desprezo e imparcialidade! É triste constatarmos que temos um Povo sedento adentrando nos “templos” pelo Brasil e pelo mundo, mas saindo ainda mais sedento e enfermo, pois nossas PRIORIDADES não são espirituais! Enquanto zombamos e gracejamos das Coisas Espirituais e fazemos piadinhas e chacotas, a Fome e a Sede de Deus aumentam e se multiplicam os enfermos da Alma em nossas Igrejas! E aí crente?

Enquanto focamos as Prioridades Físicas e Estruturais de nossos “conglomerados expansionistas” como forma de atrairmos as massas, o Espírito Santo está saindo do interior do Templo como nas Profecias de Ezequiel! Enquanto valorizamos as “superproduções” e as fábulas, os Legítimos Profetas de Deus são desprezados, e, quando a Voz Profética de uma Casa se cala, só nos resta o “Obscurantismo Espiritual”! Enquanto focamos os “Remendos” e a Aparência, o Povo perde as Referências daquilo que é Sagrado e não há CRITÉRIO para se tratar os Problemas! O que fazer, então? Qual seria o Remédio para esse “trem desgovernado” que está se tornando a Igreja do presente século? PRECISAMOS VOLTAR AO PRIMEIRO AMOR! Precisamos nos voltar para Deus; para a Vida de Oração e Consagração! Precisamos RECOMEÇAR e estabelecer as Verdadeiras Prioridades de acordo com a Vontade de Deus!

Precisamos voltar aos “Marcos Antigos” da Igreja Primitiva e abandonarmos a linha de “Centro de Entretenimento” que aderimos na Liturgia de Culto! Precisamos voltar ao Evangelho simples; precisamos de homens e mulheres Consagrados a Deus e “por” Deus; de gente com intimidade com Deus e sua Palavra! Precisamos Orar mais; Jejuar mais; ter mais tempo para meditarmos na Palavra de Deus na vida pessoal e também nos nossos Cultos! Pastores! Deem mais tempo para a Palavra de Deus nos Cultos e deixem de coagir e extinguir o Espírito Santo no seio da Igreja! Deixem acontecer o Mover do Espírito nas Reuniões e Cultos! A Igreja precisa de REFERÊNCIAS, tanto para os crentes, como para nossas crianças, adolescentes e jovens! Precisamos dos Conselhos dos mais velhos e experientes para nos nortear! Precisamos de mais sensibilidade espiritual de nossos Líderes e Pastores em suas ações!

Precisamos mudar muita coisa e recomeçar! O Caminho de Volta nunca será fácil, mas é URGENTE! Nunca será fácil recomeçar, mas é preciso! “Voltar a prática das primeiras obras” não é coisa pra carnais e insensíveis, mas a Igreja precisa voltar! Precisamos voltar a depender única e exclusivamente de Deus e não de nosso “poder econômico”; de nossas “capacidades” ou de “acertos políticos”! Precisamos trazer o Espírito Santo de volta para o “Santo dos Santos”; para o Altar e para nossas reuniões! Precisamos submeter às decisões da Igreja a Deus por mais simples e óbvias que sejam! O Espírito Santo precisa voltar a dar as Ordens na Igreja! Ter Jesus como Senhor não apenas nas palavras e no Ensino para o Povo, mas também, na prática Ministerial diária! NÃO SERÁ FÁCIL! Mas creio que não há outro caminho; não há atalhos ou jeitinhos para evitarmos essa VOLTA! Não há como negociarmos isso!

Precisamos voltar a valorizar as coisas Espirituais mais do que valorizamos hoje, as materiais e físicas! Só assim, priorizando o Espiritual, estaremos de fato, nos preparando no caminho certo para a VOLTA DE JESUS; para o ARREBATAMENTO da Igreja! Deus me usa neste dia pra protestar dessa forma aqui como Testemunho de que nós não somos mais inocentes! Que Deus nos ajude e que o Espírito Santo nos dê coragem para MUDAR! Que esta Mensagem chegue onde de fato se faz necessário que ela chegue! E que este Artigo possa edificar e despertar Corações e Vidas! Essa é nossa Oração! Um forte abraço à todos(as) queridos(as) Amigos(as)! Estamos juntos!

Pr. Paulo Giovane S. Fonseca-MT. ><>