sexta-feira, 10 de maio de 2013

Inclusivos ou Exclusivos - O Orgulho da Visão.


Olá queridos Amigos Internautas de todos os lugares desse Planeta! Paz Perfeita vos seja Multiplicada! Muito Obrigado pelo carinho do seu acesso a este Blog e pela ajuda na divulgação do mesmo! Deus vos abençoe ricamente mais e mais! Estamos juntos em oração e a cada dia Deus tem nos feito avançar e crescer na dependência de sua Graça e Misericórdia, para estarmos aqui compartilhando o Amor que o Espírito Santo tem derramado em nossos Corações! Glória a Deus por vossas Vidas! Somos sempre gratos a Deus e imensamente felizes por ter cada oportunidade de estar aqui transmitindo a Vontade de Deus através da sua Santa e Poderosa Palavra; compartilhando com cada um dos amados as coisas do Pai! Que Deus os abençoe sempre a cada dia mais!

Numa dessas madrugadas da vida em que o Senhor nos deu a oportunidade de passar acordado, liguei a televisão num programa de uma Igreja conhecida que entrevistava as pessoas abençoadas com algum Milagre ou Graça nas reuniões anteriores. A cada oportunidade cedida a uma pessoa diferente, o entrevistador eufórico, fazia o “merchandising” da Igreja, enaltecendo a denominação em foco. Tudo muito natural para o nosso tempo onde Cristo é o Cabeça da Igreja, mas, a “Mão” d’Ele está ali; os “Olhos” lá; os “Pés” acolá... E assim vamos dividindo as “partes do Corpo de Cristo”, se é que o podemos fazer... Foi aí, no meio de todos esses pensamentos que o Espírito Santo me trouxe esta Mensagem que passarei a compartilhar com os amados: “INCLUSIVOS OU EXCLUSIVOS – O ORGULHO DA VISÃO”! Na verdade, não queremos aqui criticar ninguém e a nenhum Ministério, mas entendi a Mensagem de Deus e aqui quero compartilhá-la aos irmãos e irmãs que nos acompanham! Vejamos:

A Igreja, de um modo geral, quando falamos daquela que professa uma Fé Genuína; legítima em Deus; fundamentada em sua Palavra, é Obra exclusiva de Deus. Não é criação de homens; não é privilégio de ninguém! Não é algo que é entregue nas mãos de alguém privilegiado ou com alguma capacitação natural ou sobrenatural. A Igreja de Cristo não está “patenteada” ou reduzida a uma “logomarca” ou “franquia”! Não é uma concessão; um empreendimento que alguém poderia se gabar de ter ou possuir! A Igreja de Cristo é única; é singular e não está limitada à uma denominação ou a um “líder sobrenatural e privilegiado”! Vamos parar com essa baboseira! A Igreja é a Noiva de Cristo; do Cordeiro do qual Ele é o Cabeça! Cristo é o Senhor da Igreja! Ela foi comprada com preço de Sangue e é Propriedade Exclusiva de Deus! Portanto, não podemos nos vangloriar por termos sido escolhidos por Deus para liderar uma Igreja ou parte do Corpo de Cristo! Isso é fruto da Graça de Deus sobre nós, meros mortais! Amém?

Mas o que estamos vendo é algo que seria cômico, se não fosse trágico! Quando alguns caem na loucura de achar que são portadores de algo exclusivo; de uma “visão privilegiada” quando à frente de um Povo! A cada “nova igreja” que surge, alguém se intitula como “portador de um novo conceito”, e, aí começam os desacertos e as declarações histéricas e desequilibradas! Não é um escândalo, mas a coisa é preocupante, pois Deus, por sua Misericórdia e Graça, nos levanta como pastores de um Rebanho que, Ele mesmo nos confia! Dele também recebemos as estratégias e a Visão para trabalharmos, e, aí, resolvemos achar que somos “exclusivos” e “únicos” portadores de algo “sobrenatural” na terra! E pra ficar ainda melhor, passamos a criticar os demais, inclusive aqueles que, “nas suas loucuras”, nos ajudaram a chegar onde estamos! Orgulhamo-nos daquilo que não é nosso! Envaidecemo-nos de algo o qual apenas está confiado a nós por um tempo! TUDO É DE DEUS; NADA É NOSSO!

Tudo isso é um grande absurdo, quando nos lembramos de que Deus reveste o homem de Glória, mas não reparte a sua Glória com ninguém! É triste vermos tudo isso, pois como “Inclusivos”, poderíamos voar mais alto e chegar muito mais além do que imaginamos! Mas como “Exclusivos” perdemos oportunidades fantásticas de realmente vivermos o “Sonho de Deus” e atingirmos patamares incríveis no Centro da Vontade de Deus! É lamentável acharmos que somos únicos e exclusivos num mundo tão grande e carente de Deus e de pastores segundo o Coração de Deus e que amem a todos sem distinção! Deus tem levantado tanta gente boa, que está fazendo a diferença e exercendo o Trabalho que Deus os deu pra fazer; mas, é loucura acharmos que Deus levantou essa ou aquela Igreja; esse ou aquele pastor com algum privilégio ou “visão especial”; melhor que as demais que, também, foram levantadas por Deus! Gente! Isso é ignorância; é tornar pequeno o que Deus fez Grande e Inclusivo!

Gosto do Pensamento que ouvi e aprendi com meu avô, quando falava da diversidade de denominações existentes. Ele dizia que na construção de um edifício, como a Bíblia diz que a Igreja o é, se faz necessário o emprego de vários profissionais distintos para exercerem seus serviços! Temos pedreiros, carpinteiros, serralheiros, encanadores, eletricistas, operadores de equipamentos, ladrilheiros, pintores, serventes e muitos outros profissionais que se esforçam no único propósito de levantar e concluir a obra! A diversidade de profissionais é canalizada numa só direção: Edificar e acabar a obra! Num canteiro de obra, há diversidade de profissões, temperamentos, naturalidade e formação, mas toda essa diversidade não atrapalha o alvo maior! Todos se esforçam para reunir suas forças e talentos; reúnem-se para edificar o prédio e acaba-lo; objetivo esse abraçado por todos que trabalham em cima de uma ÚNICA planta! Isso não é interessante? Na Obra de Deus não deveria ser assim?

Temos sim, tanta diversidade; tantos conflitos e diferenças no seio da Igreja de Cristo. Nem todos são “pedreiros” ou “eletricistas”; nem todos são “serventes” ou “operadores”, mas TODOS temos a mesma “Planta” – A PALAVRA DE DEUS! A cada um Deus chamou para uma finalidade; com um Propósito? Sim, mas todos temos o mesmo Alvo e nosso Objetivo maior além de chegarmos a Edificação do Corpo de Cristo, deve ser a UNIDADE; quando nos somamos; nos unimos num mesmo ideal! Não há nada em comum entre um “serralheiro” e um “encanador”, a não ser o propósito final; a construção! Amém? Assim devemos entender a Obra do Senhor! Como numa Orquestra Sinfônica, temos uma diversidade grande de instrumentos, mas TODOS se unem em torno de uma “partitura” para a execução de uma Música, assim devemos nós, como Cooperadores do Reino de Deus, nos disponibilizarmos para a execução da Obra do Senhor, em torno da nossa “Partitura” que é a Bíblia! O Objetivo é a Edificação da Igreja!

No final da construção, a fama não é do eletricista ou do pintor, mas todos dividem os louros da Obra; todos que cooperaram no cumprimento de sua missão! De sorte que nem o pedreiro, nem o operador podem se achar melhores que ninguém, mas TODOS somaram no propósito único de dar a obra por finalizada! É assim que deveria ser na Obra do Senhor! Em Ef. 4: 11-12, o Apóstolo Paulo diz: “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, (Querendo o que?) querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo.” Perceberam? A diversidade neste texto foi DADA por Deus! Apóstolos, Profetas,... E a Missão única está em “para edificação do corpo de Cristo!” Amém? Não podemos esquecer que “ELE MESMO DEU”! A diversidade na Obra de Deus é dada por Ele mesmo! Ou seja, temos que tomar o cuidado para não estarmos desfazendo o que Deus mesmo fez!

E aí o que vemos hoje é o “pedreiro” orgulhando-se por ter recebido a Missão, e, por Obra e Graça DE DEUS, recebeu uma estratégia de trabalho inovadora, agora se acha melhor do que os demais e envaidece-se; ORGULHANDO-SE NA VISÃO e cai na loucura da “EXCLUSIVIDADE” e a Obra do Senhor atrasa! Deixem vos dizer o que aprendo na Bíblia: Deus criou a Igreja – Única! No céu não entrará denominação. Ninguém vai entrar no céu com Placa ou bandeira denominacional! Quem pensa assim está doente e redondamente enganado! No céu vai entrar A IGREJA; a Noiva do Cordeiro! Crentes tirados de cada denominação comporá a Noiva de Cristo no Arrebatamento! Portanto, não adianta nos orgulharmos de nossas Igrejas e Ministérios, ou da Visão recebida, pois TUDO isso é vaidade! Tive o privilégio de pregar em muitas Igrejas pelo Brasil e já ouvi muita coisa absurda. Como uma vez que ouvi um pastor ensinando que a sua Igreja era a verdadeira e que ele iria entrar no céu com a bandeira do Ministério a qual pertencia! Misericórdia! Isso não vai acontecer mesmo, gente! É um engano!

Já fui levado a conhecer grandes conglomerados e construções tremendas onde o líder estava orgulhoso dos “feitos” de sua Igreja! Já ouvi pastores dizendo que Deus levantou a Igreja deles como única na VISÃO do Reino e que essa Igreja era a “tal”... Muito Orgulho e pouca sabedoria! Quando nos orgulhamos da Visão, nos tornamos pequenos; minimizamos a superlatividade da Obra que Deus nos deu! A Igreja é ÚNICA; o Projeto é único! Só vencemos juntos! Ninguém vai chegar primeiro no céu ou terá um lugar exclusivo no Reino Celeste! Alguns têm a Benção de mergulhar mais profundamente na Vontade de Deus e na Visão que Deus dá, mas o Projeto é ÚNICO! Não há exclusividade na Obra de Deus, queridos(as)! A Igreja é Universal e Inclusiva no sentido pleno dessas palavras! Podemos até nos alegrar por termos tido uma melhor percepção da Graça de Deus, mas, essa Benção, que é também um Ato da Misericórdia de Deus, não deve ser pretexto para nos orgulharmos! Não somos melhores que ninguém! Tudo é fruto da Graça e da Misericórdia de Deus! Depois de tudo, ainda somos miseráveis!

Deus criou a IGREJA seja ela Pentecostal ou Tradicional; fundamentalista, ortodoxa ou liberal; cada uma exercendo o seu Trabalho e o Ministério que o Senhor as confiou! Uns de forma limitada; outros de forma mais ampla e abrangente, mas TODAS criadas por Deus! As diferenças religiosas, litúrgicas, doutrinárias, foram criadas pelo orgulho do homem, mas Deus, por Misericórdia até permitiu tudo isso para que TODOS, nos mais variados conceitos, culturas e pensamentos pudessem ser alcançados, pois o Propósito de Deus são ALMAS! Isso é a Multiforme Graça de Deus em ação a favor do homem que é tão complexo e falho em sua essência! Glória a Deus por sua infinita Graça e Misericórdia; seu Grande Amor por nós! Não podemos nos orgulhar da Visão; TUDO é fruto da Graça! No final, Deus vai tirar; colher os Justos nas mais variadas Igrejas e Ministérios! Hoje temos a variedade de opções, mas na Colheita da Eternidade, só os Justos, os fiéis, os santos, os puros e obedientes à Palavra subirão!

Deus não escolheu ninguém em carácter extraordinário e privilegiado, além de nos dar a sua Graça e Misericórdia! Tudo é fruto da Graça; do Favor Imerecido de Deus por nós! Alguns receberam alguns talentos a mais por causa de sua capacidade e habilidades naturais, mas TUDO é fruto da Misericórdia de Deus! É isso! Não é mérito nosso; não somos dignos e merecedores, e, quanto mais conscientes disso, maior será a Revelação de Deus a nós! Jesus uma vez, orando, disse assim: “Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos.” (Mt. 11: 25). Entenderam? Segundo o Apóstolo Paulo, Ele, o nosso Deus, “escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes.” (I Co. 1: 27). Glória a Deus! De sorte que “Voltei-me, e vi debaixo do sol que não é dos ligeiros a carreira, nem dos fortes a batalha, nem tampouco dos sábios o pão, nem tampouco dos prudentes as riquezas, nem tampouco dos entendidos o favor, mas que o tempo e a oportunidade ocorrem a todos.” (Ec. 9: 11).

A verdade é que, no Reino de Deus, quanto menores e mais humildes somos, mais nos é confiado! Aleluia! Portanto, quando vemos alguém se orgulhando e tornando-se “exclusivista” na Visão, devemos orar por este, pois a Bíblia diz que “o Orgulho precede a queda”! (Pv. 16: 18). Que Deus nos ajude e tenha Misericórdia de nós, amados! E que possamos adotar a Visão de João Batista que disse: “É necessário que ele cresça e que eu diminua”! (Jo. 3: 30). Que possamos nos colocar sempre como SERVOS de Cristo e de sua Igreja; que possamos militar para TODOS e trabalharmos para a UNIDADE do Corpo de Cristo, pois, “Busca satisfazer seu próprio desejo aquele que se isola; ele se insurge contra toda sabedoria.” (Pv. 18: 1). Que Deus nos dê a sua Graça e que sejamos sempre “pequeninos” diante desse Deus que é Grandioso e riquíssimo em Misericórdia! Num mundo que está em busca de merecimento e reconhecimento, vemos na figura de Cristo o maior exemplo de humildade e de verdade a ser imitado! Que Deus nos ajude e nos molde à Estatura de Cristo! Um forte abraço à todos! Estamos Juntos!

Pr. Paulo Giovane S. Fonseca-MT. ><>